Eletroconvulsoterapia continua sendo considerada pela grande maioria dos psiquiatras como o mais eficaz tratamento contra a depressão e outros transtornos. Trata-se de um procedimento seguro, realizado sob anestesia geral em um ambiente aparelhado para suporte cardiorrespiratório com oxigênio encanado, aspirador, oxímetro, tensiômetro automático e desfibrilador. As aplicações são monitoradas por computador, com Eletrocardiograma e Eletroencefalograma para controle da resposta, e ocorrem numa frequência de até três vezes por semana. O número de sessões varia conforme o caso e a resposta do paciente.

29 de dezembro de 2016

Depressão na Terceira Idade | Entrevista Dr. Gordilho

A depressão é uma doença que merece atenção em qualquer fase da vida, porém, na terceira idade o cuidado deve […]
25 de janeiro de 2015
Eletroconvulsoterapia

Eletroconvulsoterapia – um poderoso aliado.

Novas descobertas demonstram que o tratamento de ECT é ainda mais poderoso do que se imaginava. A eletroconvulsoterapia (ECT), popularmente […]
24 de janeiro de 2013

O que é a Eletroconvulsoterapia ou Eletrochoque?

A eletroconvulsoterapia é um dos mais importantes recursos da moderna terapêutica psiquiátrica. Criada em 1938 pelos psiquiatras italianos Cerletti e […]