Agende sua Consulta

Estimulação Cognitiva no Tratamento do Idoso

Estimulação Cognitiva em Idosos

O envelhecimento é um processo natural da vida, que traz inúmeros desafios: manter a capacidade funcional, a motivação e autoestima,  aprender a viver com a redução psicomotora e cognitiva, que afetam diretamente sua qualidade de vida.  Nesse contexto, a Estimulação Cognitiva é uma importante ferramenta de cuidado na terceira idade.

A estimulação cognitiva atua diretamente nos mecanismos neurológicos ligados à plasticidade cerebral.   Através de exercícios e atividades terapêuticas, busca-se preservar ou melhorar o desempenho das funções cognitivas – linguagem, memória, atenção, raciocínio, entre outras.

 

PROGRAMA DE REABILITAÇÃO E ESTIMULAÇÃO COGNITIVA HOLISTE

Intitulado ATIVAMENTE, o Programa de Reabilitação e Estimulação Cognitiva da Holiste dedica-se a melhorar o desempenho cognitivo para a realização de atividades do dia-a-dia, aprimorando o gerenciamento da saúde do idoso e a sua qualidade de vida.

“O processo de envelhecimento pode trazer alterações de habilidades cognitivas como a memória, atenção e raciocínio, que dificultam  o idoso gerir sua própria vida.  Os estudos sobre a reabilitação e estimulação cognitiva mostram que o declínio cognitivo pode ser desacelerado, compensado, e até mesmo, prevenido”, explica Michelle Campos, especialista em gerontologia e coordenadora do Núcleo da Terceira Idade da Holiste.

O Programa de Estimulação Cognitiva da Holiste é realizado por uma experiente equipe multidisciplinar, especializada em Saúde Mental da Terceira Idade.  Uma vez identificado o declínio cognitivo, é feita uma avaliação e entrevista com o paciente e sua família, a partir das quais é desenvolvido um projeto terapêutico individualizado.

O envelhecimento e a perda cognitiva se apresentam de forma singular, por isso o programa precisa ser personalizado e ajustado às necessidades e dificuldades do paciente.   Cada indivíduo segue estratégias e intervenções propostas de acordo com os objetivos traçados especificamente para ele”, completa Michelle Campos.

O Programa Ativamente pode ser realizado em nível ambulatorial, domiciliar ou durante a internação psiquiátrica na Holiste.  O serviço é destinado a pacientes idosos ou pessoas que apresentem, por qualquer razão, algum declínio cognitivo.

SAIBA MAIS SOBRE O NÚCLEO DA TERCEIRA IDADE HOLISTE

 

EQUIPE ESPECIALIZADA E ATUALIZADA

Buscando o aperfeiçoamento constante, a equipe do Núcleo da Terceira Idade participa de forma ativa de eventos ligados à área de envelhecimento e cognição. No mês de novembro, foram 03 participações em eventos realizados em Salvador e São Paulo.

O Programa Ativamente apresentou, através do Painel Científico, os resultados do seu primeiro ciclo de atendimento (abril-novembro de 2017), do qual fizeram parte 21 pacientes idosos com transtorno mental e declínio cognitivo, todos internados na Holiste.

“Ficamos muito satisfeitas com o interesse que nosso painel despertou nos presentes, mostrando a importância de realizar um trabalho consistente em um público tão especifico como o nosso, pacientes idosos com transtorno mental”, destaca a psicóloga Raissa Silveira.

 

MUSICOTERAPIA NO TRATAMENTO DE IDOSOS

Nadja Pinho, musicoterapeuta da Holiste, realizou uma oficina no I Encontro de Gerontologia do Estado da Bahia, destacando o uso da musicoterapia no tratamento do idoso.

“Através do trabalho com ritmos é possível fazer com que o idoso recupere o tempo correto de sua marcha, de sua passada, restabelecendo seu equilíbrio. Quando envolvemos, por exemplo, as palmas e o canto em uma mesma atividade, estimulamos o idoso a ser capaz de realizar mais de uma tarefa ao mesmo tempo, coisa que fazemos normalmente, mas que para o idoso pode ser um desafio. Danças também podem fazer parte do trabalho, ajudando o paciente a reconhecer o seu corpo e  expressar-se através dele” – explica a musicoterapeuta.

SAIBA MAIS SOBRE A OFICINA DE MUSICOTERAPIA

 

EVENTOS CIENTÍFICOS SOBRE ENVELHECIMENTO E COGNIÇÃO

Saiba mais sobre os eventos que contaram com a participação de nossa equipe de especialistas:

  • O I Encontro de Gerontologia do Estado da Bahia com o tema “Questões e caminhos de uma sociedade que envelhece”, abordou a diversidade que envolve o processo de envelhecimento, bem como os desafios para construção de práticas de qualidade para população idosa com ênfase nas diferentes maneiras de envelhecer e suas perspectivas.
  • O XVI Congresso da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia aconteceu na cidade de São Paulo, tendo como tema central “A reabilitação neuropsicológica da saúde a educação”. O evento reuniu profissionais de múltiplas categorias de todo o Brasil, permitindo atualizações importantes sobre a neuropsicologia e intervenções para prevenção, avaliação e reabilitação, da infância a terceira idade. Foram apresentados trabalhos científicos de experiência clínica, hospitalar e escolar, dos âmbitos públicos e privados, que ilustraram a interdisciplinaridade da neuropsicologia. Vale ressaltar a representatividade de palestras sobre a estimulação cognitiva.
  • A XIV Jornada Baiana de Geriatria e Gerontologia com o tema “Peculiaridades na assistência à saúde do idoso: um desafio interdisciplinar” foi destinado aos profissionais da saúde e afins, interessados na promoção do envelhecimento saudável e ativo.

SAÚDE MENTAL NA TERCEIRA IDADE

A “Saúde Mental na Terceira Idade” é o tema oitavo vídeo da série Desmistificando a Saúde Mental. Nossa equipe fala sobre as especificidades dos transtornos mentais em idosos, cuidados, tratamentos e possibilidades de uma vida mais plena.  Participam do vídeo os psiquiatras André Gordilho e Victor Pablo, a psicóloga Raissa Silveira e a terapeuta ocupacional e coordenadora do Núcleo da Terceira Idade, Michelle Campos.

ASSISTA AO VÍDEO: “SAÚDE MENTAL NA TERCEIRA IDADE”