Agenda sua consulta
Agende sua Consulta

Transtorno Alimentar

O que é Transtorno Alimentar?

Trata-se de um transtorno mental, pois está comumente associado a problemas como ansiedade, compulsão, abuso de substâncias e comportamentos de risco.  O transtorno alimentar afeta diretamente a rotina dos pacientes, trazendo prejuízos a sua vida social, laboral, afetiva e até mesmo sua autoimagem, interferindo no padrão comportamental alimentar do indivíduo.

Assim, se você ou uma pessoa próxima apresentar algum desses sintomas, o ideal é buscar ajuda profissional especializada.

Quais os públicos atendidos pelo Programa?

  • Pacientes com obesidade;
  • Pessoas diagnosticadas com anorexia;
  • Pacientes com bulimia nervosa.

 

O Programa de Transtorno Alimentar é voltado para o tratamento de pacientes diagnosticados com obesidade decorrente de uma compulsão alimentar, além de quadros restritivos/ purgativos como a anorexia e a bulimia nervosa. Estes transtornos possuem, entre outras causas, fatores psicológicos que demandam assistência especializada para a estabilização e recuperação do paciente.

 

Como funciona o programa?

A partir da escuta qualificada do caso, a equipe multiprofissional estabelece quais cuidados especializados são indicados para cada um, construindo um plano terapêutico individualizado. As atividades são voltadas tanto para o paciente quanto para sua família, que participa de todo o tratamento. O objetivo é construir junto com os familiares estratégias para que se sintam mais fortalecidos e saibam lidar com os conflitos.

O programa funciona com o paciente internado ou ambulatorialmente (consultas), a depender da gravidade do caso. Nossa proposta visa um trabalho em parceria com toda nossa equipe, que ainda conta com nutricionista, chefe de cozinha, educador físico, enfermeira, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta e cardiologista.

Também faz parte do programa o serviço de avaliação para a cirurgia bariátrica (com emissão de laudo).

 

Estrutura do Programa

1ª Fase – Detox:

  • Estruturação do Plano Terapêutico Individualizado – PTI;
  • Avaliação da dinâmica familiar;
  • Construção de vínculo terapêutico;
  • Reconstrução de rotinas;
  • Atividades físicas;
  • Avaliação para atividades de consciência corporal.

 

2ª Fase – Reabilitação

  • Reavaliação das rotinas (atividades físicas e terapêuticas);
  • Atividades com a família;
  • Criação de estratégias para o manejo de crises;
  • Acompanhamento nutricional;
  • Atividades de arteterapia e com consciência corporal.

 

3ª Fase – Manutenção

  • Reavaliação das rotinas (atividades físicas e alimentação);
  • Ajuste dos medicamentos;
  • Acompanhamento psicológico e psiquiátrico ambulatorial;
  • Grupos terapêuticos para pacientes;
  • Grupos terapêuticos para familiares.

 

Avaliação para cirurgia bariátrica

  1. Entrevistas preliminares com psicólogo e psiquiatra:
    • Estabelecimento de vínculo;
    • Estruturação da avaliação (tempo e encaminhamentos terapêuticos);
  2. Consultas;
  3. Elaboração de laudo.

Equipe:

Bárbara Santos – Psicóloga e Coordenadora do Programa de Transtorno Alimentar

Liz Fernanda – Psicóloga

Lara Franco – Arteterapeuta